Jorge Alves

Jorge Alves - ViolaDescendente do Vale do Ave, Jorge Alves foi desde cedo recebido com carinho pela sociedade musical portuguesa. Agindo com espontaneidade e simpatia, o seu talento e determinação colocaram o seu nome para sempre ligado à viola, música de câmara e vanguarda musical. Construindo uma carreira sólida pautada pela ligação a grandes músicos e projetos importantes no panorama musical, a sua maior idade foi alcançada com a fundação do Quarteto de Cordas de Matosinhos, que pelo seu percurso notável de rigor, expressividade e energia foi nomeado um dos ‘Rising Stars’ do prestigiado programa musical da European Concert Hall Organization.

Jorge Alves é um entusiasta da viola, da sua cultura e repertório, o seu empenho e vontade de partilha tem contribuído de forma muito significativa para o reconhecimento e divulgação dos valores estéticos e artísticos associados a este maravilhoso instrumento. Com uma relação estreita com as principais instituições portuguesas, Jorge Alves é professor na Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo do Porto e sócio fundador e presidente da Associação Portuguesa da Viola D’Arco e da European String Teachers Association Portugal.

Diplomado pela Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo do Porto, Academia Nacional de Orquestra e Universidade do Minho, ao longo do seu percurso académico estudou com Carlos Carneiro, António Soares, José David, Valentin Pretrov, Ryszard Wóycicki, Barbara Friedhoff, Anabela Chaves, Tibor Varga e Bruno Giuranna. Foi laureado em Viola e Música de Câmara no Prémio Jovens Músicos – RDP, nas classes Solista e Música de Câmara, no Concurso Internacional da Academia de Sta. Cecília em Portugruaro (Itália) e no Concurso Internacional de Música de Câmara de Alcobaça. Em 1997 recebeu uma bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian para aperfeiçoamento artístico que lhe permitiu estudar durante 3 anos sucessivamente na Escola Superior de Música de Sion (Suíça) e na Academia Walter Stauffer em Cremona (Itália).